Telefones: (011) 2638.0009 | 2619.5009
Espaço Grávida - Obstetrícia

Alimentação na gravidez


Bebê

A mãe precisa de alimentos saudáveis durante toda a gravidez para proporcionar a formação de um bebê saudável.
A nutrição adequada nas primeiras semanas da gravidez garante um desenvolvimento completo do órgão responsável pela oxigenação e alimentação do feto, chamado placenta e do sistema circulatório do bebê.

A alimentação da mãe durante a gravidez influenciará a saúde do bebê por toda a sua vida, sendo que a boa nutrição que recebe durante seu desenvolvimento intra-uterino ajudará na prevenção de diversas doenças após seu nascimento.

Quais são as comidas que não devo comer?

A grávida pode comer quase tudo, mas deve evitar alguns tipos de alimentos:
• Peixes e frutos do mar crus, como ostras e sushi.
• Queijos de casca branca, queijos com fungos. Evite também queijos do tipo frescal ou minas, que podem ser feitos com leite não-pasteurizado. O problema é a possível presença de uma bactéria que causa a listeriose, doença que pode prejudicar o bebê.
• Carne bovina mal-passada ou crua, carne de porco mal-passada, ovos crus, ovo frito com gema mole e algumas sobremesas que levam ovo cru tais como mousses. A precaução é para evitar bactérias que possam afetar a mãe e o bebê.
• Alimentos que sabidamente provocam reações alérgicas na gestante.
• Bebidas alcoólicas. O consumo de álcool pode causar sérios problemas no bebê, por isso os especialistas recomendam cortar totalmente as bebidas alcoólicas na gravidez.
• Bebidas e alimentos com cafeína. Se possível, prefira bebidas descafeinadas.

O que devo comer na gestação?

Durante toda a gravidez, a mulher deve comer a cada três horas. Uma vez que a digestão torna-se mais lenta e dificultada na gestação, com maior chance de ocorrer refluxos, é preferível alimentar-se mais vezes, e em menor quantidade.
Os especialistas recomendam uma alimentação bastante variada e colorida, incluindo seis porções diárias de pães e cereais, de preferência integrais, cinco de frutas e três a quatro porções de legumes e verduras. Além disso, carnes, leite e derivados, sempre variando para assim obter os mais variados minerais e vitaminas que mamãe e bebê precisam. Não se esquecendo de beber pelo menos dois litros de água por dia.
Gestantes diabéticas, hipertensas ou com alguma outra doença crônica devem ser orientadas quanto à alimentação mais adequada, preferencialmente por uma profissional nutricionista.

Rua Barão do Triunfo, 427 cj 1206 - Brooklin Paulista.
Edifício Next Office
Fones: (11) 2638.0009 | 2619.5009
São Paulo - SP CEP: 04602-001